Tabela INSS 2017: Calendário de Pagamento Atualizado!

Tabela INSS 2017: Calendário de Pagamento Atualizado!
Average:4.97 out of 474 votes

Todos os meses, é descontado do salário do trabalhador, taxas de impostos que devem ser pagos, e um deles é o INSS. Para se manter sempre informado sobre a sua contribuição, você deve ficar atento à tabela INSS 2017. Saiba aqui quais alterações foram feitas na tabela INSS 2017 e todas as informações sobre sua contribuição.

Tabela INSS 2017

Tabela INSS 2017

Tabela INSS 2017

O INSS é uma organização pública prestadora de serviços previdenciários para a sociedade brasileira. E todo o trabalhador brasileiro deve fazer sua contribuição mensal à Previdência Social.

Este órgão é responsável pelos pagamento das aposentadorias aos trabalhadores brasileiros que contribuem com a Previdência, a qual funciona como um seguro ao contribuinte quando seu tempo de trabalho excede, ou seja, garante um benefício, segundo a arrecadação, quando o trabalhador se torna aposentado.

A Previdência Social garante:

  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por idade e invalidez;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Salário maternidade;
  • Salário família;
  • Reabilitação profissional;
  • 13º salário;
  • Entre outros benefícios.

A contribuição varia de acordo com o salário de cada trabalhador. Para ficar atento à esse recolhimento e descontos que são feitos do seu salário, você deve consultar a Tabela INSS 2017.

O valor de cada contribuição, varia entre 5 a 10% do valor total do seu salário. O valor que você paga é usado para pagar a aposentadoria de alguém que já está aposentado, e quando você se aposentar, este dinheiro lhe será revertido através do pagamento da sua aposentadoria.

quem-tem-direito-aposentadoria-do-inss

Só com a tabela INSS 2017 é que você tem acesso aos valores atualizados de quanto deverá ser descontado do seu salário e consequentemente, estar ciente quanto você está contribuindo à previdência.

Há diferenças na tabela de acordo com cada salário, como já dissemos anteriormente. Para esclarecer, confira a tabela de contribuição mensal:

  • Tabela para Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso

0tabela

  • Tabela para Contribuinte Individual e Facultativo

0tabela1

** Esta tabela é de 2016. Assim que divulgada a nova, iremos atualizar. Aguarde.

Aposentadoria por Tempo de Contribuição

Em 2016, a Previdência divulgou novas regras e atualizações para quem deseja dar entrada na aposentadoria, e a Aposentadoria por Tempo de Contribuição foi uma delas.

aposentadoria-inss-2016-por-tempo-de-servico

Aposentadoria por Tempo de Contribuição é um benefício devido ao cidadão que comprovar o tempo total de 35 anos de contribuição, se homem, ou 30 anos de contribuição, se mulher.

Os requisitos para solicitar a Aposentadoria por Tempo de Contribuição são:

  • Não há idade mínima;
  • Tempo total de contribuição;
  • 35 anos de contribuição (homem);
  • 30 anos de contribuição (mulher);
  • 180 meses efetivamente trabalhados, para efeito de carência.

Há também outra opção para quem deseja se aposentar mas não atingiu os anos exigidos pela nova atualização da Previdência, através da Aposentadoria Proporcional.

Para se aposentar com essa categoria, os requisitos são de 25 anos se mulher, e a partir dos 30 anos de contribuição, se homem. Além de ser exigido ter idade 48 e 53 anos respectivamente.

O trabalhador também deve pagar um pedágio de 40% do tempo que faltava para se aposentar na época da promulgação da emenda, ou seja, em 15/12/1998.

Este pedágio não será levado em conta, caso você deseje se aposentar integralmente por tempo de contribuição, ou seja, com 30 anos se mulher, e 35 se homem.

Para maiores informações, leia este post sobre Aposentadoria Proporcional  e tire todas suas dúvidas.

Como Pagar INSS como Autônomo: Saiba como fazer!

Se você não é funcionário de nenhuma empresa, mas sim, autônomo, você não fica impedido de contribuir ao INSS. Se você é autônomo e ainda não faz sua contribuição, saiba agora como fazer e regularize sua aposentadoria para lhe garantir todos os benefícios futuramente.

Para se encaixar na opção de autônomo no INSS, você deve exercer atividade de serviços por conta própria ou prestar serviços de natureza eventual em empresas sem vínculo empregatício.

calculo-aposentadoria-jpg

Você deverá procurar a agência da Previdência Social mais próxima de você. No atendimento você deverá solicitar a sua contribuição ao INSS. Para isso será necessário a comprovação de atividade remunerada para terceiros. Você pode pagar de acordo com a remuneração mensal que você receber.

Para maiores informações, acesse o post que te explica como pagar INSS como autônomo e regularize sua situação com a Previdência Social.

INSS Contribuinte Individual e Facultativo

A forma de contribuição para o INSS nos casos de Contribuinte Individual e Facultativo poderá se dar de duas maneiras: pelo plano normal de contribuição ou pelo plano simplificado de contribuição.

Tanto o Contribuinte Individual quanto o Facultativo deverão utilizar os códigos específicos de recolhimento para cada uma das categorias. Além de poder fazer os recolhimentos de forma mensal ou trimestral, seguindo as recomendações propostas pela Previdência.

O Contribuinte Individual é todo aquele que pode exercer alguma atividade de serviço prestado, mas não tem relação de emprego com nenhuma empresa.

Pode caracterizar-se como segurado facultativo, a pessoa maior de dezesseis anos de idade que não exerça atividade remunerada que a enquadre como segurado obrigatório da previdência social.

Pra saber quem se encaixa em cada categoria de individual ou facultativo, acesse este link do DataPrev que irá te mostrar cada definição.

Consultar Valor do INSS 2017 Online

O Extrato de Pagamento é um documento que comprova a renda dos beneficiários, detalhando os valores e a data de pagamento do benefício. Pela Internet é possível emitir o último extrato disponível. Para períodos anteriores, procure uma agência da Previdência Social.

Os bancos também disponibilizam este serviço nos caixas eletrônicos, bastando utilizar o cartão e a senha que você já utiliza para receber o seu benefício.

rn193580_0

Para emitir o extrato, clique na imagem a seguir e digite nos campos, a informação que se pede:

screenshot_1

Veja a tabela de pagamento do benefício, e fique atento à data do seu recebimento:

tabela-inss-2017-atualzada

TABELA ATUALIZADA DE BENEFÍCIOS

Como Aposentados Devem Declarar o Imposto de Renda?

A declaração do imposto de renda deve ser feita todos os anos, porém a declaração de quem é aposentado é diferenciada das demais.

A Previdência Social é quem define a data da declaração do imposto, então, você deve ficar atento à data estipulada para não perder a data e acarretar em problemas.

Para fazer a declaração, é necessário informar o extrato do seu benefício, além de outras informações. Para acessar seu extrato, siga a nossa dica que mostramos no tópico a cima.

Há casos, que se tornam isentos do imposto de renda, segundo mostra a Previdência Social. São eles:

  • Isentos a pensão e proveitoso para luz para pensionistas ou inativos que completar em 65 anos de idade;
  • Essa isenção é válida desde que não ultrapasse o valor estabelecido para o ano-calendário;
  • O valor que exceder àquele que foi estabelecido, estará sujeito à incidência do imposto sobre a renda na fonte e na declaração;
  • Os demais rendimentos recebidos pela pessoa física, inclusive os aluguéis, estarão sujeitos à tributação pelo imposto sobre a renda da pessoa física.

Acesse este post de Declaração de Imposto de Renda para Aposentados e tenha acesso à mais detalhes.

9 Comments

  1. Alvaro Gomes Sobrinho
  2. abc
  3. SUELY DE OLIVEIRA

Alguma Dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *